O que é o Peixebol Fórum Peixebol Hiper-Liga Peixebol Clubes Peixebol
Voltar atrás
 

MARATONA DE CARACÓIS DAS BERLENGAS TERMINOU

Apesar de ter terminado sem vencedores, a 1ª edição da Maratona de Caracóis das Berlengas, acabou em grande estilo com um grande petisco com os concorrentes da prova, oferecido ao Director da prova e comitiva.

 
 

Depois de mais de um ano de prova, terminou finalmente a 1ª edição da Maratona de Caracóis das Berlengas.

Apesar da extensa duração temporal da prova, esta terminou sem qualquer vencedor, pois nenhum dos concorrentes logrou terminar os mais de 42 quilómetros da corrida, tendo acabado todos no Carro-Tacho da prova.

A única excepção foi protagonizada por Lancílio Forte, que devido a um trágico acidente acabou esborrachado no asfalto da estrada principal das Berlengas, depois de ter sido atropelado pelo Director da prova.

Ao longo dos quase 16 meses da corrida, foram recolhidos pelo Carro-Tacho da prova 4931 caracolistas.

Servidos pela organização com imperiais, antes da cozedura final, alguns dos 4931 caracolistas recolhidos pelo Carro-Tacho da prova ao longo dos quase 16 meses de corrida, afirmaram "estar orgulhosos de serem servidos como repasto para o Director da prova e restante comitiva".

Dominada quase na totalidade pelo caracolista da US Porcal, Lancílio Forte, a 1ª Maratona de Caracóis das Berlengas teve ainda Hã Ulrico, Zé Azedo, Josepa Berloque e Dário Frigorífico como principais animadores, mas a extensão da corrida, o cansaço e alguns acidentes de percurso, levaram a que todos fossem apanhados pelo Carro-Tacho.
 
  Esta página foi visionada pelo Gabinete de Leituras Aconselhadas (GLA), presidida pelo ilustre Presidente das Berlengas, Doutor António da Silva Goma, benfeitor do país e da humanidade.
 
 
Publicidade das Berlengas
Cabeça de Pescada © - Todos os direitos reservados