Voltar atrás
 

BERLENGAS À BEIRA DA GUERRA

Os Estados Desunidos ameaçaram as Berlengas com guerra, caso estas não demonstrem total cooperação com os inspectores das Rações Unidas. Doutor António da Silva Goma, desdramatiza a ameaça, afirmando não perceber muito de agricultura.

 
 

As Berlengas, primeiro produtor mundial de excrementos de gaivota (vulgo merda de gaivota) estão sob o olhar atento dos Estados Desunidos (É o Á), que afirmam que os elementos constituintes desta energia alternativa são uma poderosa arma química e uma verdadeira ameaça à paz mundial.

Apesar do último relatório dos inspectores dos produtores de rações (Rações Unidas), ter revelado que as rações fornecidas às gaivotas das Berlengas estavam a respeitar todos os valores nutricionais para estes animais, o Presidente dos É o Á, Jorge WC Bruxo, afirmou que "o mundo não vai tolerar a ameaça arrogante das Berlengas para com o mundo", tendo ainda afirmado que "os É o Á vão fazer tudo para manter a paz com uma bonita guerra".

Segundo Jorge WC Bruxo, as Berlengas estarão a produzir uma energia poderosa e altamente perigosa, devido à utilização de rações geneticamente alteradas na alimentação das gaivotas que produzem a energia, conhecida como EXCOTA2003. Para o Presidente dos É o Á, o objectivo das Berlengas é dominar o mundo através da utilização dos maus cheiros que a energia produz, pelo que "é urgente fazer um vigoroso e insistente ataque nuclear às Berlengas, com o objectivo de aniquilar de vez esta ameaça à paz e segurança mundial".

Com a descoberta da EXCOTA2003, as Berlengas passaram a deter a energia mais poderosa do mundo. Desde que foi dada a conhecer ao mundo, que os É o Á demonstraram, desde logo, o seu total desagrado, e a pacífica região das Berlengas passou a estar na mira da espionagem dos líderes mundiais. Basta dizer que um quilo de fezes de gaivota, dá para fornecer energia para um bairro inteiro.

Para o Doutor António da Silva Goma, "o problema dos É o Á, não é o facto das Berlengas terem descoberto esta poderosa energia. Se em Portugal descobrissem o que fazer da porcaria de cão que abunda nos passeios, os É o Á não ligavam a mínima importância. O problema, é que os É o Á, sabem que mais cedo ou mais tarde, as Berlengas vão impôr a sua posição de país mais rico do mundo, e é isso que querem evitar a todo o custo".

O Presidente das Berlengas, apesar das ameaças, não demonstra grande preocupação, porque "as rações das gaivotas são perfeitamente legais, e até eu que pouco percebo de agricultura, sei que não seriam as rações para gaivotas a causar prejuízos à paz mundial".
 
  Esta página foi visionada pelo Gabinete de Leituras Aconselhadas (GLA), presidida pelo ilustre Presidente das Berlengas, Doutor António da Silva Goma, benfeitor do país e da humanidade.
 
 
Publicidade das Berlengas
Cabeça de Pescada © - Todos os direitos reservados