Voltar atrás
 

GLORIOSA VITÓRIA DA FORÇA AÉREA DAS BERLENGAS

O ataque dos Estados Desunidos às Berlengas esteve iminente, mas o Presidente das Berlengas, Doutor António da Silva Goma alterou os acontecimentos, lançando um ataque maciço de excrementos de gaivota ao previsível agressor.

 
 

Jorge WC Bruxo ainda deve estar a pensar como foi possível um ataque tão avassalador e tão bem organizado. Menos de 10 horas depois do ultimato do líder dos É o Á para que Doutor António da Silva Goma abandonasse as Berlengas, os Estados Desunidos viram-se confrontados com a maior maré castanha que há memória.

Quinhentos esquadrões de gaivotas das Berlengas humilharam os até agora líderes mundiais, lançando um ataque maciço, mas profundamente ecológico, sobre os Estados Desunidos. Quinze milhões de toneladas de excrementos de gaivota sobre o solo dos Estados Desunidos foi o resultado da guerra mais rápida de sempre.

Uóchintone, a capital administrativa dos É o Á, está totalmente coberta por um manto castanho de 20 cm! A juntar aos excrementos lançados pelo ataque das gaivotas, existem também 12 milhões de litros de vomitado lançados pela população local, que não resistiu aos cheiros do ataque biológico da Força Aérea das Berlengas, que transformou a cidade num verdadeiro lamaçal.

O Presidente Jorge WC Bruxo, que na altura do ataque se encontrava na actual Casa Castanha, contribuiu com cerca de 1 litro de vomitado para a catástrofe na cidade. Em consequência do ataque, da indisposição e da ameaça de novos ataques sobre outras cidades do país, o Presidente Jorge WC Bruxo reconheceu o poderio militar das Berlengas tendo inclusivamente implorado para que os ataques cessassem de imediato.

Reconhecida a soberania das Berlengas e o direito de propriedade sobre a EXCOTA 2003, os Estados Desunidos comprometeram-se ainda a auxiliar economicamente o inimigo.

Nas Berlengas, a vitória foi efusivamente festejada, tendo-se juntado cerca de 20 pessoas junto ao Palácio Presidencial. Nesta festa estiveram presentes 500 militares das Berlengas que auxiliaram os manifestantes a apoiar o Presidente Doutor António da Silva Goma pela sua retumbante vitória militar e política.
 
  Esta página foi visionada pelo Gabinete de Leituras Aconselhadas (GLA), presidida pelo ilustre Presidente das Berlengas, Doutor António da Silva Goma, benfeitor do país e da humanidade.
 
 
Publicidade das Berlengas
Cabeça de Pescada © - Todos os direitos reservados