Voltar atrás
 

TÚLIO BASTIÃO NÃO FOI DEVORADO NO COLISEU

O ex-primeiro ministro das Berlengas, Túlio Bastião, que se julgava ter sido devorado por leões no Coliseu das Berlengas, afinal está vivo e pode estar a preparar uma revolta que pode colocar em causa a estabilidade democrática do país...

 
 

O ex-primeiro-ministro das Berlengas, Túlio Bastião, afinal não foi devorado pelos leões do Coliseu das Berlengas, no grande espectáculo que decorreu em Abril de 2004.

Recorde-se que, Túlio Bastião, líder da revolta das Berlengas, tinha sido preso em Agosto de 2003, depois de ter colocado em causa a qualidade de produtos produzidos pelas Indústrias Goma, durante um jantar oficial no Palácio das Berlengas, o que levou à sua destituição do cargo de 1º ministro e consequente prisão.

Instalado durante 8 meses nos fabulosos e confortáveis calabouços da prisão das Berlengas, aquele que se julgava ser Túlio Bastião, era afinal um sósia do ex-primeiro ministro. Para Inocêncio Pacífico, Director da prisão das Berlengas, "era impossível perceber que aquele homem não era Túlio Bastião, pois para além de ter mais 20 quilos, ser careca e surdo-mudo, tudo apontava para que tivessemos nas nossas magníficas instalações, o verdadeiro homem".

Ao que parece, no momento da sua prisão, Túlio Bastião terá pedido aos guardas para ir à casa de banho e conseguiu fugir pela retrete com a ajuda do impulso do excelente autocolismo GomaJacto, o que acaba por valorizar a cotação da empresa de produtos sanitários Goma.

Os guardas estranharam as alterações físicas de Túlio Bastião, mas "julgaram que tal tinha sucedido devido à indisposição do ex-primeiro ministro", revelou Inocêncio Pacífico, que deverá ser a figura de cartaz do próximo espectáculo do Coliseu das Berlengas.

Sabe-se agora, que quem ocupou o lugar do ex-primeiro ministro na prisão das Berlengas, foi um empregado do Palácio das Berlengas, que no momento, se encontrava na casa de banho. Foi afinal este homem, de sua graça José Infortunado, que aguentou com bravura e em longa agonia os 50 minutos de dentadas dos animais que o devoraram, o que motivou, os fortes aplausos dos espectadores que estiveram presentes no Grande Centro Desportivo de Desportos Populares, o Coliseu das Berlengas.

Apesar das queixas dos espectadores que se sentiram enganados, para o Director do Coliseu das Berlengas, Romarildo Goma, "esta é uma óptima notícia para o Coliseu, porque caso se encontre o verdadeiro Túlio Bastião, a prestação do mesmo garante nova casa cheia".

Teme-se agora, que Túlio Bastião, esteja a planear uma revolta, que pode colocar em causa a estabilidade democrática, que se vive actualmente nas Berlengas.
 
  Esta página foi visionada pelo Gabinete de Leituras Aconselhadas (GLA), presidida pelo ilustre Presidente das Berlengas, Doutor António da Silva Goma, benfeitor do país e da humanidade.
 
 
Publicidade das Berlengas
Cabeça de Pescada © - Todos os direitos reservados